terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Avatar, Deuses de Chifres, consortes de Deusas e suas montarias


Jake Sully, o Toruk Makto de Avatar a mais nova encarnação ficcional do Deus de Chifres?

De tempos em tempos o arquétipo parece ressurgir sob várias formas e disfarces. Desde Mightor, o desenho da Hanna Barbera ,Oromë e Tilion no Legendarium da Terra Media, passando pela Lenda de Ridley Scott e Sláine de Pat Mills até chegar a Kamui e Fuma do X , ao Hellboy ,o Deus da Floresta de Mononoke Hime e o rei élfico de Hellboy II ( o filme) com seu filho parricida Nuada, a imagem é recorrente e parece ter achado sua nova forma ( ou ousaria eu dizer?) avatar no filme de James Cameron.

O mais antigo protótipo conhecido dele aparecendo numa versão com montaria deve ser esse daí:

Confiram imagem em alto relevo mesopotâmico contendo imagens do Deus de Chifres, no caso, Dumuzi e sua montaria dragão


Um tema recorrente que aparece em várias formas e disfarces na mitologia e na ficção-científica. O Deus de Chifres consorte de uma Deusa que é ao mesmo tempo, filho e marido dela, que morre e ressuscita periodicamente por seu intermédio, sua "graça" (Grace Augustine anyone?) , e simboliza a regeneração sazonal da natureza depois da noite invernal.



Rei Balor, o "Galhudo", deus de Chifres elfico de Hellboy II e o Exercito Dourado


Sláine, Horned God.









o Deus da Floresta em Mononoke Hime









Hummmm, Deus de Chifres e seu dragão azul né?



E só porque é cool demais pra deixar passar em branco, já que sessão nostalgia e insights de comparações retroativas agora baixou de vez...




E , não, eu também não me esqueci de vocês dois Zok e Zandor



Aliás , um dos desenhos dos Herculóides ( que incidentalmente tb moravam em uma árvore, um gigantesco cogumelo, tinha um nome bem interessante: o Retorno de Torrak ( Toruk/Torrak?)





Não podemos nos esquecer também de Blackstar, outro intrépido terrestre, um astronauta a la Flash Gordon que acabou em um mundo de fantasia e montando um dragão alado, Warlock, enquanto peitava um tirano, o Lorde Supremo, the Evil Overlord.



Esse era outro que além de gostar de montarias draconianas aladas também vivia com os trobbits ( hobbits arbóreos , (tree + hobbits) sacaram a piadinha?) em uma árvore gigante supercolorida, a Sagar, conectada com um poder mágico que os trobbits podiam acessar quando precisavam.





Será que Avatar também pode ter sido cooptado pela atual onda de Renascimento Céltico que está tomando conta de tudo que é tipo de mídia? Parece bem provável. O Deus de Chifres comandando a Caçada Selvagem encabeçando um exército de "banshees" contra o incautos seres humanos violadores da Mãe-Natureza?






Shishigami,o Espírito da Floresta de Mononoke Hime

Aí embaixo está a representação da versão má, louca , do Deus de Chifres no Mononoke Hime do Miyazaki. Reparem na coloração azul da pele e os veios de luz fosforecente, lembrando formas de vida abissal, que foram muito estudadas por Cameron recentemente e que influenciaram a pigmentação bioluminescente dos Na'vi de Avatar.
Comparar com o desenho da nuvem Sauron que Tolkien fez, onde ele pintou o seu Deus de Chifres corrompido no meio de uma convulsão cataclísmica reminiscente de descrição profética do livro de Jó.





E aí Sauron pintado como uma versão negra do Deus de Chifres. Cumpre lembrar que Sauron é uma forma tardia do original em quenya Thauron, suspeitamente similar a Tauron, nome de Oromë. Isso faz pensar que Tolkien podia mesmo associar Sauron a uma figuração corrompida do Deus de Chifres, como muitos dados da sua história de fato indicam, como a "ferida que não cura" ( dedo decepado), suas diversas "mortes e ressurreições" sendo que uma delas ocorre dentro de uma floresta, acompanhado de um processo de corrupção da mesma.





Versão original de Neytiri.

Talvez não por acaso tenham colocado características de peixes abissais nessa pintura recente de Sauron como Senhor das Trevas





E olhem só esse último paralelo aqui



Cenarius , o filho da deusa Elune de Warcraft, o Senhor da Floresta



Jake Sully e as sementes da Árvore das Almas



A capa de Call me Joe, romance de Poul Anderson que parece ter sido a fonte mais provável para o conceito do avatar no filme de Cameron. A forma do "avatar" no livro era de um centauro assim como a forma física do Deus de Cfhifes de Warcraft. Interessante como as coisas se encaixam e como uma influência parece se sobrepõr à outra.



Vale aqui aludir ao fato de que Tolkien chamou Oromë, seu Deus de Chifres, de Tavros, "touro"em grego, mas significando Senhor da Floresta ou Florestador em élfico e que ele era o "espirito azul" que habitava as florestas. Nem um pouco parecido com Jake Sully e Cenarius não é mesmo? Agora vou ter que checar de onde vem essa noção de que Cernunnos era "azul".Tavros é também reminiscente da divindade gaulesa Tarvos Trigaranus, também conectada ao Deus de Chifres e ao deus criador Esus.

defined as the 'chief wood-fay, the Blue Spirit of the Woods'



A cor símbolo do Touro é o Azul ligado ao seu planeta regente Vênus.

Vale a pena comparar essa representação do touro celta acima com a de Malorn,o pai de Cenarius em Warcraft



Tavros será um personagem minoutauro no terceiro filme da série Narnia: A Jornada do Navio da Alvorada.

Então, parece ser mesmo o caso de que a cor azul de Jake Sully e de Oromë não é uma coincidência, ainda mais quando consideramos que a Deusa Neith do Egito, inspiração para o nome Neytiri, era, em algumas versões, a deusa vaca progenitora do Sol, Atum Re. Interessante ressaltar que antigos estudiosos do seculo XIX conectavama deusa Neith e sua etimologia com a da palavra Nevyy ou Nevydd, gaélica e galesa, que é similar a Na'vi, significando "sagrado" mas também tendo uma estranha similaridade com "nave".

Nenhum comentário: